Bipolaridade?



Bipolaridade ou não, eu não sei. Mas agora tudo está de pernas pro ar. Venci a luta, consegui o que tanto queria, não totalmente, mas muito mais que cinquenta por cento. E agora? Cadê a felicidade que me tomaria depois da grande guerra? Está escondida. Espero mesmo que esteja escondida pra aparecer depois de um tempo, porque se ela não existir eu pergunto, por que lutei?
Seus olhos já não são tão misteriosos assim, posso até dizer que um pouco de toda aquela beleza se foi. Sua voz constante próximo a mim não me intimida mais, acostumei. Virou rotina. Nada me impressiona. Será você? Será eu? Nós, talvez.
Percebe-se que estou perdida, tão perdida que nem mesmo pra escrever essas simples frases corretamente estou sendo capaz. Quando me encontrar eu volto, preciso me achar. Me entender. Passar horas e horas olhando pro nada com um fone de ouvido e uma música no último, eu realmente preciso. Fugir. Sumir. Um momento pra mim, pro meu eu se encontrar e voltar para meu corpo. Eu não quero, eu realmente preciso que algo se esclareça. Onde está a luz no fim do  túnel afinal?
 Finalizo assim, sem um final, somente eu e meus pensamentos a mil em minha mente. Algo normal. A minha mais nova rotina. 

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...