Questão do Coração

Te olho, não te sinto. Te sinto, não gosto. Te gosto, não amo. É estranho, eu novamente tenho aquelas velhas questões a te fazer. Mas agora reformulo as perguntas, e quero novas respostas, concretas. Os sintomas da paixão estão aqui, mas o coração não. Ele parece que saiu de viagem e não terá volta tão rapidamente, você o levou mas não cuidou. Esse vazio aqui dentro me diz que é seu o que falta, mas não mereces. E nem está fazendo merecer, não é mesmo? Se merecesse realmente, não falaria com ela. Não daria aquelas investidas idiotas em outra enquanto um coração está em suas mãos. Já percebeu o quão frio consegues ser? Pelo menos já parou pra pensar, que um coração pode se machucar? O meu não é uma exceção.
Ele bate acelerado em suas mãos, mas você o segura com mais força e acha que tudo acaba bem. Não está bem. Minhas mãos passaram por outras esses tempos, mas meu coração continua aí, nas suas. Pra que continuar então, se o pulsador só gosta do teu colo, do teu aconchego, das tuas palavras - por mais idiotas, e dolorosas as vezes -. Além de tudo, você gosta de tudo isso, eu gosto. E acho, sinceramente, que amo novamente. 
Onde está meu coração afinal, a não ser em suas mãos? Eu o quero. Ambos.

Escrito por Lara Oliveria

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...