A carta

Novembro, carta 1000



Querido amor,

Tumblr_lh8tmunq8j1qfr9sho1_500_large Eu poderia começar esta carta de várias maneiras, com um simples Bom dia ou com um Eu Te Amo. Mas não achei maneira melhor do que começar dizendo o que ''nós'' significou para mim.
 Você tanto quanto eu, sabe como o que foi a dois anos. A um ano atrás em que te vi sentado naquele banco da praça, com seu café favorito na mão, é, aquele mesmo com um pouco de leite e chantilly, ainda me lembro como dizia que era o melhor café do mundo e ainda me faria experimentar. Me lembro que não era um bom dia para mim, mas mesmo assim você conseguiu me fazer rir. Até hoje nunca encontrei alguém que me fizesse rir como você. Foi naquele dia, com aquele sorriso, com o som de sua voz que eu soube que era você. E foi des de então que minha vida mudou. Tinha alguém. Você. Alguém por quem continuar vivendo. Alguém por continuar feliz.
 Ainda me lembro de nossas noites em claro vislumbrando as estrelas na calçada de minha casa, com um copo de coca na mão. Você nunca se importou, no como eu enrolava a pizza para comer, o jeito que eu lambia a colher a cada vez em que comíamos sorvete. Ainda me lembro de como arrumava o cabelo, em como deixava eu bagunçar ele de novo e de novo, e ria alto. Quando fecho os olhos sinto o cheiro de seu perfume. Sim, aquele que sempre digo que tem cheiro de loja de calça jeans, e de calça jeans nova, e você reclamava, você não sabia, mas é o meu favorito. (como estou agora, sentada no sofá da loja de calça jeans, só para lembrar seu cheiro).
 Você faz falta, e você sabe disso, assim como dizia que eu fazia para você. Mas você não está aqui agora para me dizer isso, para dizer que me ama, para dizer que sou chata e teimosa. Daria tudo para ver mais um olhar zangado seu, sua boca retorcida para baixo, e sua veia saltada no canto direito da testa, quando estava com ciúmes. Já faz UM ANO, e ainda não te esqueci, como havia prometido em um último abraço. Ainda tenho sua aliança em um colar ao lado da minha, alianças que tinham um oito deitado, o infinito, o nosso amor para sempre. O para sempre que você disse não existir em seu ultimo olhar, seu olhar mentiroso, assim como eu reconhecia o seu de orgulho, alegria, tristeza, mas nunca o de despedida. O único olhar que você nunca me deu, pois até mesmo você sabia esta não era a despedida, e que algum dia nos encontramemos de novo. Em campos de margaridas, com um lindo dia ensolarado. Ficariamos juntos para sempre, revivendo nossos melhores dias.
 Hoje, minhas lágrimas já não são de tristesa, e sim de felicidade, pois foi com você que minha vida mudou, foi você que me salvou, e não o contrario. Eu que não acreditava mais no amor. E você me fez acreditar. Esse não foi o fim, e sim o começo do eterno, o nosso eterno amor, o seu eterno, em meu coração.


''Que seje eterno enquanto dure, e que dure para sempre''


                                                                                                
                                                                                                   Com amor, de sua eterna.

2 comentários:

Pipoquinha disse...

Seu blog é muuuuuuuito fofo? Foi vc q fez este plano de fundo? Amei de verdade! Ficaria muito feliz se vc visitasse meu blog! Comenta, e se gostar segue (meu blog) que daí eu sigo o seu (blog).

http://milkshakedapipoquinha.blogspot.com/

Estou esperando sua visita! Não esquece de comentar e seguir!

Ingrid disse...

OK (:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...