Sorrisos

4868748937_eff334b4f6_b_largeSorrisos não eram mais seu motivo de felicidade. Ela descobriu que eram falsos e mais sinceros que os sorrisos, eram as lagrimas. Doídas porém sinceras. Felicidade? O que seria isso? Dos por entre os olhos inchado e fatigados causados por noites de sono jogadas fora chorando? É essa a tal da felicidade? Ela se cansava de tanto sofrimento, e seu travesseiro já não aguentava mais seu choro. Ela se tornou um peso para sua família. Suas caretas tristes não demonstravam nem o começo de suas dores. A dor não mais escorria pelo olhos ou vazava pelo seu rosto. A dor congelava seu coração. Duro como pedra, frágil como porcelana. Entende?Não transbordava ou escorria. Transformava-se num posso vazio, gelado e profundo, realmente  muito profundo. Guardou para si todo sofrimento e, embolada com seus próprios nós, acabou se sufocando. Não mais feliz, se matou por dentro, mas seu corpo ainda vagava pelo mundo.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...